Como o Outsourcing pode influenciar no sucesso da sua empresa?

Muito além da terceirização, o Outsourcing, também conhecido como BPO, atua de forma estratégica com foco na melhoria de resultados!

03/06/2019 15:06

Diante da competitividade cada vez mais acirrada no ambiente de negócios, se adequar às exigências do mercado nunca me pareceu tão importante. Pensando nisso, para tornar as atividades empresariais cada vez mais otimizadas e assertivas, é essencial que os gestores busquem por novas estratégias de gestão.

Posto isso, uma prática que vem se destacando entre as instituições e que pode oferecer grandes diferenciais competitivos é o BPO (Business Process Outsourcing), ou apenas Outsourcing. O conceito, mesmo já sendo popular há algum tempo, vai muito além de uma simples terceirização de serviços e envolve recursos externos de forma estratégica, com o objetivo de aumentar o desempenho e, consequentemente, a competitividade do negócio.

Nesse processo, muitos setores de uma empresa podem ser trabalhados com o Outsourcing, como, por exemplo, a área financeira, de TI, Logística, RH ou Contábil. Com isso, é possível que o gestor e sua equipe concentrem maiores esforços e recursos no core business da empresa.

Para se ter uma ideia, somente na área de Tecnologia da Informação, a pesquisa Frost &Sullivan, Brazilian IT Outsourcing Marketrevelou que atualmente o setor de BPO concentra 48,5% do mercado de TI, com projeções de investimento de aproximadamente US$ 7,9 bilhões até 2021. Já o Outsourcing de Impressão deve crescer cerca de 15% até 2024, segundo relatório da Transparency Market Research.

Os benefícios do Outsourcing

Conforme apontei anteriormente, uma das principais vantagens de investir no Outsourcing é que os gestores e suas equipes podem dedicar mais energia às atividades-fim da empresa. Com isso, é possível desenvolver processos otimizados e cada vez mais eficientes, oferecendo o melhor produto e/ou serviço para seus consumidores, afetando positivamente a corporação como um todo.

Além disso, outros benefícios merecem destaque, tais quais:

  • Redução de custos: Uma vez que parte das atividades serão realizadas por profissionais que não fazem parte do quadro de colaboradores da empresa, é possível reduzir custos com os funcionários de acordo com a demanda de serviços de cada setor.
  • Otimização do tempo: Com as operações terceirizadas, os colaboradores internos têm mais tempo para se dedicar às principais atividades da corporação, desenvolvendo práticas criativas e de cunho analítico. Com isso, a qualidade de trabalho tende a aumentar, evitando um ambiente sobrecarregado e superficial.
     
  • Crescimento sustentável: Com a redução de custos fixos com o quadro de colaboradores internos, os gestores podem buscar por novos investimentos, visando a melhoria das atividades da empresa. Isso possibilita maior assertividade e otimização, conduzindo a empresa para o sucesso.

Vale destacar ainda que, ao direcionar as operações da empresa às instituições de BPO, o gestor deve se certificar de sua credibilidade, profissionalismo e consultoria para os procedimentos implementados. É imprescindível que a contratada possua um know-how aprofundado, contando com um vasto conhecimento das atividades que serão desempenhadas, bem como com especialistas capacitados e com o uso de tecnologias disruptivas e automação. Além disso, é importante que haja um acompanhamento constante, identificando todos os resultados obtidos pela empresa durante o período da contratação do BPO.

Por fim, destaco que o ecossistema brasileiro de negócios é imprevisível e está sujeito a mudanças frequentes. Pensando nisso, é essencial que nós, como executivos empenhados nas melhores práticas de gestão das nossas empresas, estejamos sempre atentos às ondas de inovação do mercado. E o Outsourcing é, sem dúvidas, um grande passo para o sucesso corporativo!